Aquilo que não queres deixar de ler...

...Um oásis que é a nossa vida!

A nossa vida não é se não um oásis, num deserto obscurecido pela emergência do querer viver muito além do aqui e agora ! As nossas vidas ...

domingo, abril 26, 2015

...A beleza do meu ser!

Que é a vida? A vida que vivo em mim não à consigo descrever… passo dias à pensar o que ando afinal à viver?
Vivo dias determinado, outros tantos exauridos de razões, de certezas, do viver do meu ser. Quem nunca neste mundo se deparou neste cenário que aqui descrevo? O cenário do homem dos dias de hoje, o mais experienciado de sempre… O mundo abafa-nos, cala-nos, vive às nossas vidas por nos!

Não julgo poder tanto quanto desejava, mas somente me consciencializar a cada dia que a vida, nada mais pode ser que um suave sopro divino que por momentos dá vida ao nosso ser! Quanto queria, quanto desejava, somente isso apenas mais nada. Sim desejava, quem nunca o desejou? Todo o homem deseja dominar a vida em si!

Nunca pressupus no meu entendimento que soubesse já tudo sobre a vida, mas antes sim tive e mantenho presente, que a vida tudo sabe já sobre mim! Para muitos torna-se paradoxal, macarrônica esta certeza que afirmo, mas julgo que o mesmo acontece devido apenas a um certo desconhecimento pessoal do nosso ser. Direi mesmo: quando não nos conhecemos, jamais procuraremos descobrir-nos! O nosso ser exige de nos uma constante descoberta, e é nesta descoberta quotidiana, que tenho ao longos dos tempos descerrado uma beleza surpreendente e para mim desconhecida. A beleza do meu ser!
Acreditar na beleza do meu ser nem sempre foi possível, nem todos os dias aliás é possível! Contudo no encontro, que tento manter interruptamente diário, com aqu`Ele que me criou, consigo pelas mais invariáveis formas erguer alto o meu olhar… perceber que posso não ter muito em mim, mas que aquilo que tenho e tremendamente valioso, por isso mais não sou na minha forma física que um soldadinho de chumbo que dá vida e guarda o meu ser.
Desejava, morrerei desejando, mas nunca compreendendo é certo, que não posso desejar mais que aquilo que me está predestinado a ser. Mas quem não desejou já mais?

Os dias de hoje sufocam-me, confesso abertamente que o mundo onde vivo, pela forma subtil como se deixa viver me está à sufocar. Continuamente vivemos nesta crise de ideologias, que fortemente me preocupa, muito mais que qualquer crise económica social. Esta preocupa-me verdadeiramente pois desde que me lembro, nunca me deparei com ninguém nem nenhum grupo que procura-se defender um qualquer conjunto de ideias, visões, pensamentos que procurassem ir de encontro a todas as fortes lacunas que este mundo vive, mas antes vi, e vemos todos os dias indivíduos, grupos defenderem montes de ideias convicções fortemente alienadas de uma cultura do importa-me cá, que apenas e só procuram edificar uma fortaleza para o seu ser, esquecendo que o mundo ao qual pertencem é a melhor das fortalezas.

Poderemos continuar à viver assim?
Poder podemos, mas não será justo para nos continuar neste paradigma. Há que procurar ser diferente, procurar libertar o nosso ser, é nesta força de pensamentos que tenho vindo à libertar-me, procurando reconhecer, assumir e expor a beleza do meu ser. Procurando mostrar ao mundo o quão belo ele é, o quão belo é o ser de cada ser humano. Que poder pode continuar à viver assim, ignorando a sua beleza interior mas jamais será a mesma coisa!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...